QUEM SOU EU

Minha foto

Sou MÃE, Psicóloga, Consultora de Treinamentos e Desenvolvimento, Terapeuta Corporal Holística, Massoterapeuta e Professora de Yoga. Trabalho com diversas Técnicas das Terapias Alternativas e complementares, dentre elas o Reiki, Calatonia, Reflexologia, Cromoterapia, Quick massage, Auriculoterapia, Massagem Ayurvédica, Massagem Indiana, Massagem para Idosos, Gestantes e Bebês, Técnicas de Relaxamento, Drenagem Linfática, bem como medidas de prevenção e cuidados com a pele do rosto, mãos e pés através de máscaras de limpeza e hidratantes naturais, sendo que todas são voltadas para a área da saúde, proporcionando bem estar e qualidade de vida. Esforço-me ao máximo para atingir ótimos resultados para a empresa e seus funcionários, bem como a melhoria continua da qualidade de vida e criação de um ambiente de trabalho estimulante e motivacional.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Ácido úrico

Em minhas pesquisas sobre este assunto, 
achei interessante estes dois textos:

"Doença caracterizada por inchaço, inflamação, dor e sensibilidade nas
juntas. Pode afetar as articulações dos pés, base dos dedos, joelhos, tornozelos,
pulsos e dedos das mãos. É um tipo de artrite decorrente de um defeito de genes hereditários, que afetam a excreção de ácido úrico pelos rins.
Quando os cristais de ácido úrico se depositam no líquido sinuvial (que
envolve as articulações), o sistema imunológico tenta eliminá-los, causando a
inflamação. Com o tempo, formam-se caroços salientes nas articulações.
Alimentos que aumentam o ácido úrico: carne de frango (principalmente
com pele), caldo de carne, peixes defumados, peixes enlatados, lentilhas, sementes de tomate, chocolate, cerveja, vinho tinto em conseqüência da purina.

Sucos contra ácido úrico e gota
½ pepino médio
½ cenoura média
1 copo de água-de-coco ou 1 copo de água mineral
Modo de preparo: passar pela centrífuga a cenoura e o pepino, e em
seguida misturar com água-de-coco ou água mineral.

Suco de melancia
2 xícaras com pedaços de polpa de melancia com sementes
1 copo de água-de-coco ou água mineral
Adoçante a gosto
Modo de preparo: colocar no liquidificador, bater rapidamente, coar e
tomar em seguida.
Dose recomendada: três vezes ao dia.

Principais elementos terapêuticos
A melancia tem muitos elementos essenciais para fortalecer o organismo.
Um deles é o licopeno, pigmento que confere a cor vermelha à melancia. Pesquisas realizadas na Alemanha pelo Dr. Helmut Sies constataram que o licopeno é um varredor de radicais livres, evitando o câncer. O suco da polpa da melancia, incluindo as sementes, elimina mais rapidamente o ácido úrico do organismo, fazendo com que os filtros renais funcionem melhor durante a passagem de água por eles. A melancia é composta de 90% por água e possui apenas 31 calorias.

Água-de-coco: contém muitos minerais, que são ótimos para hidratar e
remineralizar o organismo. Possui apenas 20 calorias por 100 ml.

Pepino: é alcalinizante, refrescante e excelente mineralizante (contém
fósforo, potássio, cálcio, enxofre, etc.), além de ser laxante. E usado com muito
sucesso no combate à gota e ao ácido úrico. A combinação dos legumes, suco de pepino e cenoura é recomendada por hospitais naturalistas, pelo seu efeito benéfico no tratamento de ácido úrico e gota."

Extraído do livro 100 sucos com poderes medicinais / Lelingron Lobo Franco.
São Paulo : Elevação, 2005. Todos os direitos desta edição reservados à Editora Elevação.

________________________________________________________________________________

O próximo foi deste site do Dr Drauzio Varella, que tem uma explicação clara e sem rodeios: http://drauziovarella.com.br/letras/a/acido-urico/

"O ácido úrico está entre as substâncias naturalmente produzidas pelo organismo. Ele surge como resultado da quebra das moléculas de purina – proteína contida em muitos alimentos – por ação de uma enzima chamada xantina oxidase. Depois de utilizadas, as purinas são degradadas e transformadas em ácido úrico. Parte dele permanece no sangue e o restante é eliminado pelos rins.
Os níveis de ácido úrico no sangue podem subir 1) porque sua produção aumentou muito, 2) porque a pessoa está eliminando pouco pela urina, 3) por interferência do uso de certos medicamentos.
Como consequência dessa taxa de ácido úrico elevada (hiperuricemia), formam-se pequenos cristais de urato de sódio semelhantes a agulhinhas, que se depositam em vários locais do corpo, de preferência nas articulações, mas também nos rins, sob a pele ou em qualquer outra região do corpo.
Estudos recentes realizados no Instituto do Coração de São Paulo mostram que níveis elevados de ácido úrico no sangue aumentam o risco de desenvolver acidentes cardiovasculares.
Sintomas
O depósito dos cristais de urato nas articulações, em geral, provoca surtos dolorosos de artrite aguda secundária, especialmente nos membros inferiores (joelhos, tornozelos, calcanhares, dedos do pé), mas pode comprometer qualquer articulação. Nem todas as pessoas com hiperuricemia desenvolverão gota, um tipo de artrite secundária, de caráter genético e hereditário, que acomete mais os homens adultos.
Nos rins, a hiperuricemia é responsável pela formação de cálculos renais (litíase renal) e insuficiência renal aguda ou crônica (nefropatia úrica).
Diagnóstico
O diagnóstico de certeza é dado por um exame que mede a concentração de ácido úrico no sangue e exige oito horas de jejum para ser realizado.
Tratamento e prevenção
Portadores desse distúrbio metabólico devem evitar o estresse físico, o uso de diuréticos e de anti-inflamatórios, assim como devem evitar a ingestão excessiva de alimentos e bebidas ricos em purina (carne vermelha, frutos do mar, peixes, como sardinha e salmão, e miúdos).
Como leite e derivados parecem melhorar a eliminação do ácido úrico, devem ser incluídos na dieta que, acima de tudo, precisa ser saudável e favorecer o controle da obesidade e da hipertensão.
Além da alimentação pouco calórica, quando necessário, podem ser indicados medicamentos para inibir a produção de ácido úrico (alopurinol) ou para aumentar sua excreção (probenecide e sulfinpirazona). Algumas pessoas precisam dos dois tipos porque têm excesso de produção e dificuldade de excreção dessa substância.
Recomendações
* Beba bastante água para ajudar o organismo a eliminar o ácido úrico;
* Prefira os alimentos não industrializados; adote uma dieta saudável, rica em frutas, verduras, leite e derivados;
* Evite o consumo de bebidas alcoólicas, especialmente de cerveja que é rica em purina;
* Não se automedique. Consulte um médico para orientar o tratamento e peça ajuda ao nutricionista para eleger uma dieta que ajude a controlar a taxa de ácido úrico e a manter o peso em níveis adequados."

É isso ai pessoal...bjosss Dani